sexta-feira, 13 de março de 2009

Prof. Amilcar Quaresma

Talvez tentando esquecer….
…. a inexorável passagem do tempo e a inevitável morte dos que nos são queridos.
Só hoje tivemos coragem de expressar os nossos sentimentos pelo falecimento do Prof. Amílcar Quaresma.
Aos familiares e amigos as nossas condolências.

Em boa hora a Direcção da Casa do Povo percebeu a dimensão humana e cultural deste homem que dedicou a sua vida à cultura e à juventude desta Aldeia de Estoi.

Todos nós devemos algo ao Professor:
Lições de Democracia;
… Associativismo;
… Jornalismo;
… Teatro;
…. Cultura;
…. Humanismo.



Que a nossa memória preserve a imagem de um homem que dedicou a sua vida a por em prática os seus ideais.

2 comentários:

Rui Norte disse...

Amigo Luís,

recordo o efeito das palavras que lhe dedicaste no dia da Reabertura da Casa do Povo de Estoi.
Que sempre seja homenageada devidamente sua dedicação à LIBERDADE.

Anónimo disse...

Grande homem que tive a sorte de conhecer quando fui seu aluno no Liceu João de Deus em Faro.

De certeza que este Grande Senhor influenciou, estimulou, provocou e incentivou muita gente.

Nem todos simpatizavam com seu génio provocador.

Guardo grandes memórias da primeira fila na sala de aulas.

E de outras tantas histórias...

É pena que só se homenageiem as pessoas realmente marcantes quando elas estão já muito envelhecidas para tirar proveito dessas mesmas homenagens ou noutros casos já após sua viagem. Esta parte, da forma de enaltecer as pessoas que vivem uma vida dedicada a tantos assuntos e a tanta gente, sempre me pareceu insuficiente e ingrata. Para mim sempre foi o meu Maior Professor.
Que me provocava e ao mesmo tempo dava espaço para as minhas alucinações criativas.

Tenho a certeza que todos/as que o conheceram valorizam esse privilégio.

Satya